Estudo Candeia – Uma noite de luz

Categories: Candeia,Notícias

Estudo Dirigido para Candeia

 

Uma noite de luz

Atos 16:27-34

27 O carcereiro acordou e, vendo abertas as portas da prisão, desembainhou sua espada para se matar, porque pensava que os presos tivessem fugido.

28 Mas Paulo gritou: “Não faça isso! Estamos todos aqui! “

29 O carcereiro pediu luz, entrou correndo e, trêmulo, prostrou-se diante de Paulo e Silas.

30 Então levou-os para fora e perguntou: “Senhores, que devo fazer para ser salvo? “

31 Eles responderam: “Creia no Senhor Jesus, e serão salvos, você e os de sua casa”.

32 E pregaram a palavra de Deus, a ele e a todos os de sua casa.

33 Naquela mesma hora da noite o carcereiro lavou as feridas deles; em seguida, ele e todos os seus foram batizados.

34 Então os levou para a sua casa, serviu-lhes uma refeição e com todos os de sua casa alegrou-se muito por haver crido em Deus.

 

Encontro – Quebra Gelo:

Quando criança o que lhe trazia tranquilidade e segurança a noite, na hora de dormir?

 

Exaltação:

1 Cântico_______________________________________________________

2 Cântico_______________________________________________________

 

 

Edificação

 

Verdade.

Naquela noite Paulo e Silas haviam sido espancados e presos. No entanto, cantavam louvores a Deus apesar das circunstâncias difíceis que enfrentavam. Deus tinha muito para fazer através desses homens, por isso os libertou dessa situação de abuso.

Através de um terremoto Deus libertou todos os prisioneiros, ao passo que o carcereiro, foi aprisionado em profundo desespero ao ponto de ver no suicídio uma saída. “Não te faça nenhum mal”, o carcereiro foi interrompido na sua loucura e perguntou: “O que devo fazer para ser salvo?” A resposta veio como um raio de luz do meio da escuridão: “Crê em Jesus e será salvo…” Não é a religião, nem as boas obras, nem a prática de rituais, ou de orações que podem salvar o homem consciente da suas necessidades diante de Deus. Somente crendo e confessando que Jesus, o filho de Deus, veio, morreu e ressuscitou para perdoar os meus pecados é que serei salvo.

Apesar das aparências o carcereiro, homem forte e seguro, mostrou-se necessitado e sedento por salvação. Essa é a necessidade de todo ser humano. Isso ensina muitas lições: que Deus pode libertar e intervir nas situações mais terríveis da vida; que havendo foco em Deus, a identidade, e a força interior de uma pessoa podem ser fortalecidas; que a alegria interna e a capacidade de louvor a Deus em meio às perseguições e provações revelam o poder de Deus, trazendo luz à noite mais desesperadora, mesmo dos inimigos, levando-os a crerem em Deus, como aconteceu com o carcereiro.

 

-Há alguma consideração que você gostaria de fazer sobre o texto lido (At 16.27-34)?

 

Capacitação.

1.Paulo e Silas foram duramente castigados. O que a reação deles revelou ao mundo?

2.O que levou o carcereiro a desejar ser salvo?

  1. De que maneira o carcereiro expressou a sua nova fé em Jesus?

 

 

Prestação de contas.

  1. O que te faz sentir tão auto-suficiente ao ponto de ignorar Deus?
  2. O que você diria se perguntassem a você: que devo fazer para ser salvo?
  3. O que Deus teria que fazer para chamar sua atenção para o evangelho?

 

Missão e evangelismo.

  1. Você se vê na condição de indicar o caminho da salvação às pessoas do seu convívio?
  2. Qual é o seu plano para aproximar sua família de Deus?

 

Oração.

  1. Peça a Deus um fenômeno sobrenatural para despertar a atenção da sua família.
  2. Peça a Deus que mande pessoas desconhecidas para pregar o evangelho aos seus.

Versão para impressão