Estudo Candeia – Sup. os erros em família A Desonestidade

Categories: Candeia,Notícias

Superando os erros em família

A Desonestidade

Gn 32.22-32

Gênesis 32:22-32

Naquela noite Jacó levantou-se, tomou suas duas mulheres, suas duas servas e seus onze filhos para atravessar o lugar de passagem do Jaboque.
Depois de havê-los feito atravessar o ribeiro, fez passar também tudo o que possuía.
E Jacó ficou sozinho. Então veio um homem que se pôs a lutar com ele até o amanhecer.
Quando o homem viu que não poderia dominá-lo, tocou na articulação da coxa de Jacó, de forma que lhe deslocou a coxa, enquanto lutavam.
Então o homem disse: “Deixe-me ir, pois o dia já desponta”. Mas Jacó lhe respondeu: “Não te deixarei ir, a não ser que me abençoes”.
O homem lhe perguntou: “Qual é o seu nome? ” “Jacó”, respondeu ele.
Então disse o homem: “Seu nome não será mais Jacó, mas sim Israel, porque você lutou com Deus e com homens e venceu”.
Prosseguiu Jacó: “Peço-te que digas o teu nome”. Mas ele respondeu: “Por que pergunta o meu nome? ” E o abençoou ali.
Jacó chamou àquele lugar Peniel, pois disse: “Vi a Deus face a face e, todavia, minha vida foi poupada”.
Ao nascer do sol atravessou Peniel, mancando por causa da coxa.
Por isso, até o dia de hoje, os israelitas não comem o músculo ligado à articulação do quadril, porque nesse músculo Jacó foi ferido.

Gênesis 32:22-32

Encontro – Quebra Gelo:

Qual é (ou foi) o seu apelido? Porque você o recebeu? 

Exaltação: 

Cântico 1 – _________________________________.

Cântico 2 – _________________________________.

Edificação:

Verdade

Conforme o  dito popular, ”pau que nasce torto morre torto”, Jacó nasceu agarrado no calcanhar de Esaú, e por meio de manipulação roubou o direito de primogenitura do seu irmão, uma benção que por direito era do filho mais velho. Com medo de ser morto fugiu… No caminho para Betel, Jacó se revelou um homem religioso, pois baseava seu relacionamento com Deus naquilo que podia receber Dele (28.20,21). Em Padã-Arã, Jacó se casou, teve filhos e ficou riquíssimo. 

Após 20 anos Jacó está resolvido a voltar para casa. No vau do Jaboque, temeroso de reencontrar seu irmão vingativo, Jacó guardou tudo que era seu, e ficou sozinho, aquela noite. De repente apareceu um homem misterioso (tratava-se do próprio Deus). Eles lutaram a noite toda. Naquela ocasião Jacó se revelou um homem espiritual, dizendo: “peço-te digas o teu nome” (32.29); ele desejava conhecer mais de Deus, não só receber de Deus.

Naquela noite caiu o dito popular, “pau que nasce torto morre torto”. Jacó teve seu nome mudado, deixou de ser desonesto para ser Israel “o príncipe de Deus”. E deu origem à nação de Israel, o povo de Deus. A exemplo de Jacó quando alguém se encontra com Deus, ganha também um novo nome, um novo coração, torna-se uma nova criatura, e com novos desejos. 

Capacitação 

1)- O que levou Jacó a trocar sua “segurança” por uma busca incerta?

2)- Por que Jacó quis ficar sozinho na véspera do encontro com Esaú?

3)- Por que Deus durante a luta perguntou o nome de Jacó?

 

Prestação de Contas

1)- Você está satisfeito com que já conquistou e com seu relacionamento com Deus?

2)- Deus está lutando com você em alguma área de sua vida?

3)- Você já teve um encontro com Deus? Como foi?

 

Evangelização – Missão

1)- O que incomodava tanto o coração de Jacó para que fosse encontrar-se com Esaú?

2)- Apesar de ter tudo de que precisava, Jacó tinha uma vida feliz? Por quê?

 Oração 

1)- Como você pode consertar o que está errado no seu passado?

2)- Como o reconhecimento de pecado e o pedido de perdão abre porta para o evangelho?

Versão para Impressão