Estudo Candeia – O consolo de Deus para seu povo

Categories: Candeia,Notícias

O consolo de Deus para seu povo

2 Coríntios 7:3-7

3 Não digo isso para condená-los; já lhes disse que vocês estão em nosso coração para juntos morrermos ou vivermos.

4 Tenho grande confiança em vocês, e de vocês tenho muito orgulho. Sinto-me bastante encorajado; minha alegria transborda em todas as tribulações.

5 Pois, quando chegamos à Macedônia, não tivemos nenhum descanso, mas fomos atribulados de toda forma: conflitos externos, temores internos.

6 Deus, porém, que consola os abatidos, consolou-nos com a chegada de Tito,

7 e não apenas com a vinda dele, mas também com a consolação que vocês lhe ministraram. Ele nos falou da saudade, da tristeza e da preocupação de vocês por mim, de modo que a minha alegria se tornou ainda maior.

 

Encontro – Quebra Gelo:

Na sua infância quando se machucava, que tipo de consolo você esperava?

 

Exaltação:

1 Cântico_______________________________________________________

2 Cântico_______________________________________________________

 

 

Edificação

 

Verdade.

 

Desde os tempos mais remotos da história humana, o homem convive com a dor e o sofrimento, mas Deus nunca o abandonou. Sempre esperaram que o consolo de Deus, fizessem que suas dores desaparecessem. No entanto, se fosse assim, os homens procurariam a Deus, como se fosse um analgésico, só com o desejo de serem aliviados da dor, e não por amor a Ele.

 

Entenda que o “consolo” pode ser oferecido de outras formas e com outros propósitos, por exemplo, através da forças, do encorajamento e da esperança com o fim de vencer as circunstâncias adversas. Num cenário de sofrimento, Deus dá muito mais Dele.

Se você estiver se sentindo subjugado, permita que Deus lhe console. “Pois Ele tem sido o protetor dos pobres, o defensor dos necessitados, um abrigo na tempestade e uma sombra no calor” (Is 25.4). Não se esqueça, cada experiência o capacita para orientar outras pessoas em dificuldades parecidas.

“No mundo passais por sofrimentos, mas tenham bom ânimo Eu venci o mundo” (Jo 16.33). Não há como manter comunhão genuína com Deus nesse mundo caído, sem sentir a dor de Jesus, quando o servimos. Cristo sente a dor que o seu povo sente; Jesus disse a Paulo: “Por que me persegues? Ou seja, Cristo sofreu com os perseguidos. O sofrimento, produz “consolação e salvação’’.

Portanto, do mesmo modo que Deus consolou os crentes do 1º século, Ele também oferece o necessário para os crentes atuais, para resistirem as perdas materiais, as perdas dos entes queridos, e as lutas do dia-dia… O consolo de Deus está para o seu povo. Como o seu povo está para Ele.

 

Capacitação

  1. Qual é a relação do consolo de Deus e o nosso consolo aos outros?
  2. O que os sofrimentos de Jesus tem a ver com o seu sofrimento?
  3. Que pressões Paulo enfrentou que o levou ao desespero (7.3-7)?

 

Prestação de contas.

  1. Como você responde às pressões intensas?
  2. Quando você recebeu o consolo de Deus?
  3. Como você absorve que o sofrimento nos aproxima de Jesus?

 

Missão e evangelismo.

  1. Você conhece alguém que está passando por intensa pressão nesse momento?
  2. O que, além de orar, você pode fazer por alguém que está sob intensa pressão?

 

Oração.

  1. Peça a Deus que sensibilize seu coração seja incomodado pelo sofrimento dos outros.
  2. Ore a Deus pedindo o consolo de Deus para aqueles que estão em sofrimento.

versão para impressão