Estudo Candeia – A igreja é lugar de diversidade

Categories: Candeia,Notícias

 A igreja é lugar de diversidade

Filipenses 2.1-11

1 Se por estarmos em Cristo, nós temos alguma motivação, alguma exortação de amor, alguma comunhão no Espírito, alguma profunda afeição e compaixão,

2 completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude.

3 Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos.

4 Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros.

5 Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus,

6 que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se;

7 mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens.

8 E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz!

9 Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome,

10 para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra,

11 e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai.

 

Encontro – Quebra Gelo:

O que você mais detesta fazer no dia a dia com relação as tarefas de casa?

 

 

Exaltação:

1 Cântico_______________________________________________________

2 Cântico_______________________________________________________

 

 

Edificação

 

Verdade.

 

Paulo adverte a igreja de Filipos, a evitar os embates gerados pelo espirito competitivo, pela vontade de ganhar elogios e pela busca dos próprios interesses. Porque essa conduta fortalece o egoísmo e a autopromoção às custa dos outros.

A igreja tem a responsabilidade de promover a unidade interna, mas sem humildade essa tarefa é impossível, por isso, cada um deve considerar os outros superiores a si, e que o esforço seja empreendido em busca do benefício coletivo.

 

Nos próximos versículos, Paulo mostra o evangelho autêntico, o evangelho da cruz, e chama Jesus Cristo, e o apresenta como exemplo de humildade. Porque, mesmo sendo Deus, Jesus se fez conhecido entre os homens, como simples servo. Ele abdicou dos seus direitos e prêmios, para se submeter totalmente a Deus e servir aos homens. Como se não bastasse, Jesus se deu completamente, abriu mão da própria reputação ao morrer na cruz, como se fosse culpado.

Em função de tudo isso Deus lhe devolveu a vida, e o colocou no lugar mais alto que existe, como Dono do mundo e da história.

Sendo assim, os crentes são chamados a reproduzir a mesma conduta: Entregar todos os seus prêmios e conquistas, até mesmo a sua popularidade, para se submeter e servir os outros, como Jesus fez.

 

Capacitação

  1. O que significa considerar alguém “superior a si mesmo” (v.3)?
  2. Como foi para Jesus, se esvaziar de ser Deus, e se tornar em ser humano?
  3. Quais consequências a competição por elogio pode produzir na igreja?

 

Prestação de contas.

  1. O que de maior importância, você teve que deixar para abraçar fé em Jesus?
  2. Em que Jesus se revela como exemplo de sucesso para sua vida?
  3. Qual é o nível do seu compromisso com o evangelho?

 

Missão e evangelismo.

  1. Que estratégia você tem desenvolvido para que o evangelho chegue à sua família?
  2. Há alguém por quem você tem orado e se esforçado para leva-lo a Jesus?

 

Oração.

  1. Se submeta a Deus em oração, para gerar uma vida que glorifique a Deus.
  2. Apresente as pessoas do seu convívio a Deus, antes de apresentar Deus a elas.

Versão para impressão